quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Sobre a última medida de poupança implementada

Lembram-se deste post?

Pois que a medida de sopa e fruta para o jantar dos adultos foi implementada cá por casa no dia 14 deste mês, ou seja, há 13 dias atrás; não é muito tempo, é certo, mas como estive a "passar revista" à arca congeladora e despensa para preparar a lista de compras do mês, pareceu-me uma boa altura para fazer um primeiro balanço.

E constatei que realmente se poupa muito dinheirinho! Pouco mais gastei do que o habitual em fruta (porque já comíamos a dita ao jantar). Quanto à carne e ao peixe, todos os dias almoçámos em condições, o mesmo para os filhotes (que continuam a fazer o jantar completo, com sopa, prato principal que inclui carne ou peixe e fruta), e o facto é que acho que este mês de Outubro não vou comprar nem um nem outro, porque ainda tenho a arca cheia!

Ontem aproveitei para conversar com o maridito sobre o que é que ele estava a achar de só jantarmos fruta e sopa e a resposta dele foi surpreendente ao ponto de me dizer que nos dias em que esteve a trabalhar no turno da tarde também só jantou sopa e fruta porque não lhe apeteceu comer mais nada (note-se que ele tem uma refeição completa à disposição, se assim o desejar) e que no primeiro dia ainda pediu o 2º prato, mas ficou tão cheio, tão cheio, que não comeu nem metade e passou o resto da noite mal disposto...

Não estamos a passar fome nem nada que se pareça, muito pelo contrário, sentimo-nos bem dispostos e com energia na mesma (bom, eu nem tanto, mas isso é porque ando a dormir pouco).

E depois de pensar muito bem sobre esta questão, quer-me parecer que os hábitos culturais e familiares têm mesmo um papel fundamental nesta questão da alimentação; ainda hoje li num blog (que me desculpe a autora, mas não me consigo lembrar quem foi nem encontrar o post outra vez para pôr aqui o link) uma comparação entre a alimentação dos humanos e a alimentação dos animais, que dizia mais ou menos isto - os animais comem para sobreviver, enquanto os humanos vivem para comer. E realmente é verdade; nós entupimo-nos de comida, muita da qual não é saudável e só serve para prejudicar a nossa saúde.

Alterar esta situação é, na minha modesta opinião, essencialmente uma questão de mentalização, decisão e força de vontade, que neste caso nem foi muito necessária...

Mais considerações sobre o assunto no final do próximo mês, combinado??


Bjinhos!!

5 comentários:

  1. Não precisas sequer comparar os hábitos alimentares humanos com os dos animais. Na Alemanha, por exemplo, não é incomum que o jantar seja uma refeição mais leve, muitas vezes nem sequer é um prato quente. Continuo a achar que um jantar constítuido por sopa e fruta para dois adultos não é de todo uma refeição incompleta, insuficiente ou pouco saudavel. É tudo uma questão de hábito!

    ResponderEliminar
  2. Como disse na outro poste eu faço isso muitas vezes cá por casa.

    ResponderEliminar
  3. Estou muito de acordo! Nas noites em que como menos, uma sopa, ou uma salada, fico satisfeita e até reparo que tenho mais energia para, por exemplo, arrumar a cozinha! Adorei a tua sugestão e estou a pensar seriamente seguir a 100%!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Aqui estou a fazer o mesmo :D Continua assim :D

    ResponderEliminar
  5. Nós cá por casa já fazemos isso há muito tempo.
    1º começaram os meus avós e os meus pais e agora prolongou-se para mim e a minha irmã, visto que estamos a fazer dieta e não há necessidade nenhuma de se jantar, aproveitámos o andamento.
    Não se passa fome nenhuma e é bastante saudável =)

    Beijocas

    ResponderEliminar