quarta-feira, 6 de abril de 2011

Uns nascem com o rabo virado para a lua...

enquanto outros lutam uma vida inteira e por mais que tentem tudo corre mal!

Peço já desculpa por este post, mas preciso mesmo de "pôr para fora".

Depois de na semana passada ter passado duas noites em branco cheia de dores de dentes e ter acabado a arrancar um dente do siso de emergência, depois de ontem ter cortado um "bife" a um dedo, com unha e tudo e por causa disso estar quase sem força nenhuma na mão direita, como se já não bastasse, cheguei hoje de manhã ao consultório para o encontrar arrombado, com a porta toda escavacada, e o interior todo destruído...

Agora digam-me lá onde raio é que eu vou arranjar o dinheiro para pintar paredes, repor os móveis, arranjar parte do chão e pôr uma porta nova (no mínimo)??? Sim, que o seguro já tratou de se descartar da responsabilidade e eu não posso ter aquilo no estado em que está, ao deus dará, vou mesmo ter que avançar com o dinheiro!

Só me apetece fugir daqui para fora, voltar a ser pequenina ou ter um colinho da minha mãe... mas infelizmente nenhuma das três opções é viável; assim sendo, vou mesmo fechar actividade, por uma porta nova, pintar eu as paredes, por o espaço à venda e rezar para que apareça comprador.

Estou de rastos; dói-me a cabeça; tremo por todos os lados; tudo o que tento comer vem fora; não suporto barulhos de qualquer espécie; dói-me brutalmente o dedo; e a porcaria é que nada disto serve para nada, a não ser para me fazer sentir ainda mais culpada e em baixo!!


Bjinhos e desculpem mais uma vez...

20 comentários:

  1. Olá Natacha,
    Tens mais do que razao para te sentires de rastos. Mas estás a ver esta foto gira que tens no teu blog? Onde estás acompanhada por duas carinhas larocas?

    Por eles, coragem. Quando a nuvem negra está mesmo em cima da nossa cabeca é preciso aguardar, reunir forcas, ela há-de passar.

    Boa sorte e as tuas melhoras.

    Um abraco

    ResponderEliminar
  2. Olá, por vezes parece que o mundo vai desabar em cima da nossa cabeça, mas, vais ver que amanhã é outro dia e tudo será melhor, é assim que eu penso, pelo menos tento, pelos nossos filhos tudo... força e coragem neste momento, é o que te desejo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Natacha, não desanimes a vida por vezes é uma madrasta muito má, mas acredita que isto é só uma fase má,e que depois da tempestade vem sempre a bonança, tenta levantar a cabeça os teus filhos precisam de ti. Bjs

    ResponderEliminar
  4. Depois da tempestade vem a bonança! Nunca te esqueças disso! NUNCA! Bjnhos

    ResponderEliminar
  5. Sei que só quem está nelas é que sabe como elas doem mas tens que ter calma e ir buscar forças aos teus meninos... para enfrentar o que aí pode vir! Força e coragem!

    ResponderEliminar
  6. Já mais pessoas disseram: força e coragem que depois da tempestade vem a bonança. Coragem, vai ultrapassar esta fase. um beijinho
    sofia

    ResponderEliminar
  7. Olá Natacha,
    Não desanimes...Deus quando fecha uma porta abre logo outra...
    Desculpa dizer isto, mas há males que vêm por bem... Não tarda vêm ai boas noticias!...
    Além disso o teu bem mais precioso está bem de saúde...a tua Família!... o resto vai-se resolver, vais ver.
    Força!
    Bjs
    Teresa C.

    ResponderEliminar
  8. Natacha não imagino como te sentes mas acredito que vais conseguir dar a volta por cima e organizar a tua vida financeiramente.
    Olha para os teus filhotes e ganha força e coragem para enfrentares estes tempos dificeis e vem sempre desabafar connosco.
    bjs grandes e muito apertadinhos

    ResponderEliminar
  9. Natacha, nem sei o que te dizer, mas coragem, tudo se vai resolver, pois tens o apoio da tua família e do pessoal aqui da blogosfera para te ir animando.

    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Força companheira, sei que não é fácil sentirmos o nosso espaço violado ainda para mais quando nos sai do pelo, mas há que erguer a cabeça e ir em frente.
    Não consegui ainda perceber onde é o seu espaço e se reside em Lisboa ou não, mas proponho a quem tiver disponibilidade ar uma mãozinha com a pintura, sempre torna o trabalho mais leve. Cada vez acredito mais que com crise para aqui e para acolá temos que deixar esta nossa mente consumista e voltar aos laços de vizinhança de antigamente. Se for de Lisboa, pode contar com duas mãos. Cumps e força nisso

    ResponderEliminar
  11. Faço minhas as palavras da Paula M.! Força, muita força...e não deixes que isso te mande abaixo, porque apesar de tudo não passam de bens materiais que precisam de ser reparados...ainda que isso possa ser um problema!!

    Tb fui tirar um dente do ciso hoje. O ciso e o dedo ficaram bem rápido =)=) o escritório poe a venda e acredita que podes vende-lo.

    Como psicologa deves saber que o pensamento positivo leva a consequencias positivas ;)

    Um grande beijinho e muita força****
    Qualquer coisa que precises, nem que seja para desabafar podes mandar email:stavaresa@gmail.com

    ResponderEliminar
  12. Ola Natacha! Não desanimes... a seguir a uma coisa má aparece sempre alguma coisa boa. temos e de levantar a cabeça e seguir em frente... Tens de ter força e inspirar-te nos teus filhotes!
    beijo grande!

    ResponderEliminar
  13. Olá linda,

    Por vezes, Deus escreve direito por linhas tortas. Pensa que o facto de teres que fechar o consultório pode-te abrir horizontes para novos desafios profissionais.

    Quanto ao resto amiga, isso passa.

    Força, muita força que os teus meninos precisam da mãe forte e alegre.

    Nós estaremos todas por aqui para te dar muito alento.

    Beijinhos repenicados e xis muito apertadinhos,
    MJ

    ResponderEliminar
  14. Oi, que coisa, porque é que as pessoas fazem isso, qual é a intenção de arrombar e destruir tudo. Nem sei que te dizer, realmente assim é complicado, não podes ter consultório sem mobília, pode ser que consigas vender ou alugar o espaço, pelo menos até te conseguires equilibrar. Tens que ter muita força, os meus pensamentos positivos vão todos para ti.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Olá Natacha,
    em primeiro lugar quero dar-te os parabéns pela mulher que és, pois vejo em ti um exemplo de uma mulher que que faz tudo pela família e em troca tem filhos que a adoram mais que tudo e um marido que decerto a põe num pedestal. Nem todas as pessoas têm o espírito de coragem e humildade que é necessário para criar uma família, mas tu tens. E não te esqueças nunca disto, nem nos piores momentos! Descansa o ue precisas, põe-te bem, saudável, depois então mãos à obra! Por ti, pelos teus filhos, pela tua casa. Coragem, tu és uma mulher de força, não te deixes abater! Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Percebo-te! ás vezes não são as coisas pequeninas em si, mas é a falta de sossego que isso nos traz! não é o dedo, nem o dente, mas as dores chateiam e não dão folga, as consultas é uma despesa extra que chateia, e nós que não fizemos ma a ninguém temos que levar com a injustiça da maldade dos outros! Não tens espaço fisico neste momento para consultas, mas tens os teus Doentes! Se calhar até podes dar consultas em casa... poupas no consultório e ganhas dos utentes! que tal? as melhoras!
    http://comoaguaparaochocolate.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  17. Bem, não sei o que aconteceu ao comentário que tinha deixado, carreguei mal e acho que não publicou. Seja como for dizia que sou nova neste blog e vim logo ter com esta notícia. Não entendo o fazer mal, muito menos a maldade gratuita. Assim, e como já foi dito, se for preciso dar "uma mãzinha", avisa. Entretanto, não percas a coragem Força. Há solução para tudo, só não há (por enquanto) para a morte.
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. :( realmente muito azar junto.

    espero que por esta altura já te sintas melhor e mais animada.
    bjnhos

    ResponderEliminar
  19. Natacha...Tenho andado um bocadinho ausente...sinto muito pelo que aconteceu...sei que és frte e tudo se vai compor...Um beijinho enorme;)

    ResponderEliminar